Muniz Sodré fará abertura do EPCA 2019

Muniz Sodré fará abertura do EPCA 2019

A Conferência de Abertura do EPCA este ano conta com a presença de um dos grandes pesquisadores em Comunicação na atualidade, o baiano Muniz Sodré. A participação do pesquisador coincidirá com o Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro, ocasião na qual tratará do tema “A Sociedade Incivil”.

Ele contextualiza a noção em torno de um cenário de capitalismo financeiro e midiatização em que se transformam as formas clássicas de democracia. “É imperativo lançar mão do conceito de pesos e contrapesos quando se confronta o poder digital com as variáveis sociais inerentes à territorialidade do Estado-Nação”, afirma o professor que defende uma perspectiva democrática em que se articulam a institucionalidade do Estado com as demandas da sociedade civil.

Confira nossa breve apresentação do autor:

Muniz Sodré nasceu em São Gonçalo dos Campos (BA), é Mestre em Sociologia da Informação pela Universidade de Paris III – Sorbonne, Doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Pós-doutor pela École des Hautes Études em Sciences Sociales, na França. É membro, entre outros, da Sociedade de Estudos da Cultura Negra no Brasil (SECNEB) e da Associação Brasileira de Semiótica. Pesquisador das línguas iorubá (nagô) e do crioulo de Cabo Verde, é também Obá de Xangô do terreiro baiano de Axé Opô Afonjá.

Atualmente Muniz exerce Livre-Docência em Comunicação pela UFRJ, instituição pela qual também é Professor Emérito. Foi também Presidente da Fundação Biblioteca Nacional de 2005 a 2011, órgão vinculado ao Ministério da Cultura.

Sodré é pioneiro no que tange os estudos comunicacionais no Brasil, com mais de 30 obras nas áreas de Comunicação e Cultura. Seus livros foram publicados nacional e internacionalmente; sendo referência nos estudos sobre comunicação, cultura brasileira, com destaque para suas discussões sobre a condição da população afrodescendente e resistência cultural. Entre seus trabalhos estão: Antropológica do Espelho (2002), A Ciência do Comum (2014) e Pensar Nagô (2017)

Para mais informações sobre sua trajetória, linhas de pesquisa e publicações, clique aqui.

A Conferência de Abertura do EPCA 2019 ocorre dia 20 de novembro, a partir das 17h30, no auditório do Instituto de Ciência Biológicas (ICB/UFPA). Inscreva-se e não perca!

Deixe uma resposta