O Programa de Pós-Graduação Comunicação, Cultura e Amazônia (PPGCOM) da Universidade Federal do Pará (UFPA) e o Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Linguagens e Cultura (PPGCLC) da Universidade da Amazônia (Unama), por meio da parceria entre discentes e docentes, realizam, desde 2017, o Encontro de Pesquisa em Comunicação na Amazônia (EPCA). O evento é uma colaboração dos organizadores para o fomento da produção científica e do debate político sobre a pesquisa brasileira desenvolvida sobre a Amazônia, no que concerne à construção do campo da Comunicação e suas interfaces.

Além de oportunizar importantes momentos de troca de conhecimentos e informações, o evento também disponibiliza espaço para que esses públicos possam apresentar seus trabalhos e dialogar com outros atores por meio de atividades de compartilhamento, cujo objetivo é fomentar o intercâmbio entre seus participantes.

O evento pretende estimular o desenvolvimento de um ambiente propício a reflexões tanto nos aspectos teórico-epistemológicos quanto político-metodológicos. Trata-se de uma iniciativa importante e necessária para a pesquisa em Comunicação, em caráter e abrangência nacional, desenvolvida com enfoque na Amazônia – portanto, de importância significativa ao PPGCOM-UFPA. Convém ressaltar que o EPCA desloca o debate sobre o campo de construção do conhecimento do eixo Sul-sudeste, notadamente privilegiado em um contexto de demarcação geopolítica da construção do conhecimento ocasionado, sobretudo, pela inserção da região em um intenso fluxo de intercâmbio acadêmico com atores e instituições que representam a produção tanto do Norte quanto do Sul-global.

O EPCA propõe o deslocamento do debate para uma Amazônia internacional na perspectiva de fomentar uma tradição de pensamento endógena apontando temáticas, problematizações e outras questões de confluências que despontam nas pesquisas sobre comunicação desenvolvidas nos países pan-amazônicos.

Nesse sentido, o PPGCOM/UFPA, em parceria com o PPGCLC/Unama, busca a articulação interinstitucional rumo a um processo de consolidação da pesquisa e da pós-graduação em Comunicação na Amazônia, considerando as interfaces com outros campos, como também o espaço no qual nos situamos, como o do encontro e da convergência, cujas realidades convocam a processos de investigação com potencial heurístico que só se pode desenvolver no compartilhamento de pesquisas.

E o incentivo ao compartilhamento de saberes e à difusão de pesquisas vem sendo uma constante na trajetória do EPCA desde a sua primeira edição, realizada em 2017. Naquela ocasião, o EPCA desenvolveu discussões em torno do tema “Os desafios da Pesquisa em Comunicação na Amazônia” e recebeu um total de 62 inscrições de trabalhos acadêmicos. Deste total, 60 foram validados para apresentação. Os artigos apresentados foram publicados nos anais do evento e muitos foram encaminhados para publicação em revistas qualificadas.


Breve histórico

Em 2018, do total de cerca de 130 participantes, metade realizou apresentações de artigos completos nos grupos de trabalhos. De cada grupo, foram selecionados dois trabalhos para compor um dossiê especial da Aturá – Revista Pan-Amazônica de Comunicação, uma publicação mantida por diversas universidades e que tem como missão atuar na promoção da discussão científica e de estudos interdisciplinares avançados no campo da Comunicação, do Jornalismo e da Educação. O dossiê especial da Revista Aturá produzido com os artigos selecionados do II EPCA foi lançado no primeiro quadrimestre de 2019 e dedicou as suas páginas para a Pesquisa em Comunicação na Amazônia, procurando abordar não apenas questões comunicacionais em interface com as especificidades e temas próprios da região, mas, sobretudo, contribuir para a compreensão da complexidade que cerca o fazer da pesquisa em comunicação nesta região. Uma edição que se constitui, ainda, um elemento de visibilidade para as pesquisas e ações do PPGCOM-UFPA, reforçando a importância do EPCA para este Programa.

Convém ressaltar que o evento manifestou outros traços importantes de sua maturidade enquanto evento científico ainda em 2018. A partir da temática Comunicação, Sociedade, Tensões e Conflitos Contemporâneos, o EPCA investiu em um tema intimamente ligado à conjuntura política brasileira e da América Latina. Com isso, lançou a (i) I Jornada de Internacionalização, realizada pelo PPGCOM UFPA por meio do Programa de Apoio à Cooperação Interinstitucional (PACI), promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) e pela Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer), o que possibilitou a (ii) presença de dois pesquisadores da Pontifícia Universidad Javeriana de Bogotá-Colômbia, Juan Ramos Martín e José Miguel, que abordaram o tema “Economía política de la comunicación em la Pan-Amazonía: diversidad, pluralismo y alternativas a los modelos de medición”; garantiu (iii) a vinda da professora doutora Marlise Matos (PPGCP/UFMG), que esteve na conferência de abertura que versou sobre “Violência Política, Violência Política Sexista: a linguagem da desdemocratização”; e a (iv) presença do professor doutor Wilson Gomes (PósCom/UFBA), com a conferência intitulada “Um tango à beira do abismo: comunicação, política e democracia em tempos sombrios”. Todas as conferências foram transmitidas ao vivo pelas redes sociais do evento, extrapolando fronteiras e ampliando, novamente, a visibilidade do Programa.